Criaram o primeiro celular que funciona sem bateria

O protótipo foi criado por cientistas da Universidade de Washington e faz uso das ondas de rádio ou da luz ambiente para produzir energia

Apesar de toda a facilidade que os modelos de smartphones nos trazem na atualidade, tornou-se impensável sair de casa sem o carregador, pois é quase garantido que seu aparelho não aguentará o dia todo de uso sem zerar completamente a bateria.

Esse foi um dos problemas que trouxeram à luz o Battery-Free Cellphone, que pretende eliminar de vez a necessidade de levar consigo qualquer tipo de de dispositivo para carregar o dispositivo.

Como é possível funcionar sem bateria?

O segredo do dispositivo está na maneira como ele trata o sinal. Nas ligações tradicionais que fazemos, o sinal é transmitido de forma analógica e, para chegar à pessoa com quem estamos conversando do outro lado da linha, ele é transformado em digital – só então as torres são capazes de transmitira mensagem.

Baterry-Free Cellphone inova na maneira como ‘interpreta’ o sinal mandado pelo dispositivo quando faz ligações. O sinal analógico produzido no começo da chamada não é transformado. Em vez disso,  a central de transmissão criada pelos cientistas recebe a vibração do microfone, e reflete as ondas de rádio emitidas por ela.

Como o dispositivo é abastecido?

Apesar de não precisar da bateria tradicional, qualquer aparelho ainda precisa de uma fonte de energia, certo?

A solução vem da própria central de transmissão, que possui uma antena capaz de transformar as simples ondas de rádio, em energia que irá abastecer o aparelho durante a ligação.

Revolução no mundo tecnológico?

Como Battery-Free Cellphone ainda é um protótipo, não é possível realizar as operações do dispositivo, se o usuário estiver a mais de dez metros de distância da central de transmissão (se estiver funcionando com ondas), ou quinze metros de distância (se for à luz). Mas o aparelho pode realizar ligações para dispositivos comuns e outros números com tela touch.

O cientistas preveem que a antena possa vir a ser embutida em roteadores e wi-fi futuramente, assim todo usuário poderá ter uma antena de transmissão em casa.

Sem dúvida, uma vez que as pesquisas forem aprofundadas e os estudos evoluírem, o Baterry-Free Cellphone será um marco no mundo tecnológico, pois deixará de lado um dos componentes atualmente indispensáveis para o funcionamento do dispositivo tão usado.

 

 

Como lidar com crise no atendimento?

Para evitar uma crise, é preciso conseguir fazer uso do hall de informação que temos à nossa disposição. Algumas coisas não são tão previsíveis, mas outras podem ser antecipadas.

Construir uma estrutura dentro da sua própria equipe é uma das características necessárias para enfrentar esse tipo de situação. É fundamental que seu time tenha: capacidade de negociação, habilidade de entender o lado do cliente, bem como as estruturas da equipe dentro da empresa, entender a filosofia, os valores e – por fim – entender o que é possível ser feito.

Ter um time que consegue identificar problemas recorrentes é uma ótima maneira de estar preparado para uma crise. À partir do momento que se tem pessoas capazes de identificarem um problema recorrente, fica mais fácil de identificá-lo no início e evitar que tudo se transforme uma grande bola de neve.

Em casos de crise, é muito importante manter a humildade, e não bloquear todos os tipos de feedbacks negativos que você venha a receber.

Uma vez que a crise chega, quais são os passos que é preciso seguir?

 

Se você entra no mar e começa a se afogar, se desesperar, vai acabar se afogando mais ainda. Então, você precisa se organizar e achar a melhor maneira de sair do mar. Com a crise, é a mesma coisa.

Você precisa criar uma estratégia, pensar no que deve ser feito para que o problema seja resolvido e então, dar atribuições coerentes às pessoas do seu time.

Uma estratégia interessante que já usamos aqui na Pitzi é dividir a sua equipe em duas frentes: Uma que vai lidar com o problema e tentar ‘apagar o fogo’, ou seja, lidar com os problemas mais urgentes, enquanto a outra vai procurar descobrir de onde veio esse fogo – identificar a fonte do problema . Uma coisa não funciona sem a outra.

É muito importante ter pessoas mais analíticas na linha de frente, pois são elas que irão alimentando os outros membros da equipe com informações, para prepará-las para o melhor atendimento de eventuais reclamações futuras, além de trabalharem também na contenção desta crise, para impedir que se transforme em algo maior.

Você já traçou o plano, agora é hora de vestir a camisa e colocar as mãos à obra. Você vai precisar ser muito paciente, analítico e minucioso, porque vai precisar acompanhar e liderar a sua equipe durante a gestão da crise. Siga o caminho que você traçou no plano e acompanhe os resultados para ir fazendo possíveis ajustes quando for necessário.

Depois que a tempestade passar, você precisa parar e analisar os dados que recebeu à partir desta crise. Rever todo o passo-a-passo com o seu time, ouvir como cada problema foi resolvido e qual foi o resultado final vai te trazer uma série de insights que te ajudarão na próxima crise (porque, não se engane, elas vão acontecer de novo).

Pode parecer estranho dizer isso, mas as crises são oportunidade para fazer com que você pense diferente, saia da sua zona de conforto, fazendo você ir além do que está acostumado.

Vai ser difícil, mas é  preciso olhar com otimismo e pensar o que você pode aprender com tudo isso,  colocar a mão na massa e resolver o problema.

Saber que você não está sozinho e que pode contar com outras pessoas para te ajudarem é um dos pontos mais importantes, não só durante uma crise. Afinal, você não consegue fazer nada sozinho, e reconhecer sua equipe pelos esforços faz parte do aprendizado!

Esses são os passos básico para lidar como uma crise no atendimento, mas é você quem decide como quer segui-los. Porém uma coisa é certa: é preciso acreditar e amar o que você faz para que você e sua equipe possam passar por esse caminho apenas um pouco mais difícil do que o normal.

 

Você pode deixar seu celular quebrado mais bonito!

A dica deixa seu celular mais charmoso mesmo estando quebrado

O truque consiste em preencher com cores diferentes os espaços entre as rachaduras

Você é desastrado e tem um celular com traseira de vidro que acabou quebrando? Se você não tem Pitzi ou não consegue mandar seu celular para consertar agora, essa dica pode deixar seu celular mais bonito até você arrumá-lo!

Você vai precisar apenas de:
  • Canetinhas coloridas ou caneta marca texto (das cores que preferir)
  • Papel higiênico ou papel toalha

Escolha as cores que preferir. Não importa se você quer as cores do arco-íris ou algo mais monocromático, desde que sejam canetinhas e não lápis de cor.

Pinte a parte traseira do seu celular. É muito importante ter paciência nessa etapa. O segredo para que a cor fique no vidro é preencher bem com a cor desejada entre as rachaduras, mas muito cuidado para não cortar os dedos. Use uma luva. Misture as cores que deseja ter no celular  e vá pintando.

Espere a tinta secar um pouco. Uns três minutos devem bastar. Se a canetinha que você usou for bastante líquida, você pode ter que repetir o processo algumas vezes. Tenha paciência; dê outra mão de canetinha entre as rachaduras.

 

Pegue um pedaço de papel higiênico ou papel toalha e tire o excesso. Você também pode ter que repetir este processo.

Depois de algumas mãos de tinta, o resultado deve ser parecido com esse:

Você deve tomar algumas precauções como: não passar a canetinha em cima da câmera e usar luvar ao fazer todo o processo, pois se o vidro da traseira estiver se desfazendo, você pode acabar se cortando.

P.s.: O resultado é mais visível quando feito em celulares da cor branca

E aí, o que você achou da nossa dica. Já tentou fazer algo parecido?

 

 

Como resetar seu celular Android

Seu aparelho está apresentando lentidão e erros ao abrir aplicativos?

Os sistemas operacionais recebem atualizações constantes, tanto para melhora de performance, quando para conserto de bugs, porém, em alguns momentos essas atualizações podem acabar corrompendo o aparelho.

Se você estiver enfrentando lentidão  e erros ao abrir ou navegar por aplicativos, pode estar na hora de fazer um Hard Reset no seu aparelho. Mas afinal o que é o hard reset e como fazê-lo?

Hard reset também é conhecido como restauração de fábrica. Quando você faz isso, basicamente está limpando dados desnecessários que ocupam a memória do aparelho  e causam lentidão. O sistema operacional voltará a ser exatamente o que era quando você o comprou na loja!

Então, se for preciso resetar, é preciso fazer o backup, ou você perderá todos os dados do celular.

Vá em Configurações. Qualquer coisa que diz respeito ao sistema operacional ou memória do celular estará sempre em configurações. Então sempre procure pela engrenagem no menu principal. Depois entre em Gerenciamento geral.

Clique em Fazer Backup e Restaurar. É importante fazer seu backup primeiro, ou você perderá os dados do celular. Clicando em Fazer backup de meus dados, você poderá escolher quais informações quer salvar antes, bem como ativar a opção de backup automático.

Depois clique em Restaurar Dados. O processo pode demorar alguns minutos, mas assim que terminar, basta clicar em Restaurar Agora. Depois, é só esperar a restauração completa e seu celular estará novo em folha.

Porém se o problema persistir, aconselhamos que leve seu aparelho à uma assistência técnica autorizada ou, caso você tenha nossa proteção, basta abrir um pedido de serviço 😉

 

 

Qual é a câmera de smartphone mais poderosa hoje?

Nem iPhone, nem Samsung

segundo o site DXOMARK, a melhor câmera de smartphone no mercado atualmente pertence à linha da HTC

Nós levamos nossos celulares para todos os cantos, e como companheiros do nosso dia a dia, acabamos usando o aparelho para registrar nossas memórias, sejam elas em vídeo ou foto.

Uma pesquisa da Samsung realizada em 2015 demonstrou que a qualidade da câmera é a segunda característica mais considerada pelo consumidor ao comprar um smartphone topo de linha (25%), a primeira sendo o fabricante. Talvez por isso fiquemos espantados ao descobrirmos como o novo modelo da HTC, o U11, foi lançado neste ano sem receber a devida atenção dos fotógrafos amadores quanto à potência de sua câmera.

Com resolução de 4038 x 3036 pixels, diafragma de 1.7, sensor de 1/2.3”, estabilização, autofoco e câmera frontal de 16 MP, o desempenho do aparelho para fazer filmagens e tirar fotos ganhou a nota 90 (de um total de 100) no DXOMARK, site referência por seus testes de qualidade de imagem e câmera de diversos dispositivos.

O que fez a diferença

Segundo o site, o tamanho do sensor no HTC U11 levou o aparelho a outro patamar. Por conta dele a performance de autofoco foi uma das melhores já vistas pelos especialistas, tanto em ambientes com pouca e muito luz. A estabilização ótica captura multi-imagens, o que acaba preservando detalhes e diminuindo ruídos.

Fotos ao ar livre

O HDR automático ajuda a dar cores mais vibrantes às imagens. Dá uma impressão mais real sem precisar do incremento de cores vivas que vemos no S7 e S8 da Samsung, o que pode desagradar alguns que estão acostumados com fotos mais coloridas. Porém, a aparência mais apagada (se comparada às câmeras do aparelhos citados anteriormente) pode ser resolvida com ajuste de exposição de luz.

Fotos com flash

Seguindo Google Pixel, Samsung S7, S8, e iPhone 7, o recurso expõe o ambiente ou objetivo à boa luz e preserva detalhes com baixo ruído na imagem, o que pode ser alcançado com a sincronização entre flash, obturador

vÍDEOS

Sua resolução de gravação é de 4k (2160p). Esta característica junto à estabilização ótima faz com que os vídeos sejam reproduzidos com pouco ou nenhum ruído na imagem, mesmo quando o usuário filma estando em movimento. Apesar disso, há uma perda de detalhes e cor quando a gravação é feita sob pouca luz.

Levando os testes feitos em consideração, os especialistas da DXOMARK consideram a câmera do HTC U11 a melhor do mercado na atualidade. E você, o que acha?

Tela quebrada causa impressão negativa em encontros

Se você for daqueles desastrados que costuma deixar seu celular cair, e anda por aí com a tela do seu comparsa quebrada, essa notícia é para você:

não descuide da tela do seu celular – seu date vai reparar

Uma pesquisa feita dos Estados Unidos pelo site Singles in America, entrevistou mais de 5.500 solteiros e afirma que tela quebrada pode deixar uma má impressão por parte das gerações X e boomers.

Agora uma informação especial para os homens: em um encontro, se você tirar o celular do bolso e o aparelho estiver destruído, cerca de 86% das mulheres te darão pontos negativos. Um celular quebrado dá impressão de desleixo e descuido.

 

iPhone x android até na hora de namorar

O estudo ainda mostra que, quando a questão é julgar negativamente, os usuários de iPhone são 21 vezes mais propensos a julgar negativamente uma pessoa que usa Android. Para os usuários de Android com os amantes da maçãzinha, esse número é um pouco menor: 15 vezes.

Mas apesar da pesquisa, nós sabemos que o importante é amar <3. Não importa se é iPhone ou Android.

Ah! Se você é desastrado e não quer correr o risco de ficar com tela quebrada durante um encontro e acabar cortando o romance, basta clicar aqui e proteger seu celular <3

Por que nosso atendimento é diferente?

Você já deve ter ouvido falar sobre como nós atendemos nossos clientes de maneira diferente aqui na Pitzi. Abaixo, apresentamos os  principais motivos para termos um atendimento tão diferenciado no mercado.

 

 

 

 

Autonomia e confiança no time de atendimento

Diferente da burocracia com a qual estamos acostumados, nosso time de atendimento – carinhosamente chamado por nós de CX tem total  autonomia para a tomada de decisões além de ter acesso ao sistema interno. Sendo assim, todos são capazes de analisar os casos e tomar a melhor decisão para o time.

Não lidamos muito com burocracia e hierarquias, pois os gerentes da área confiam plenamente na capacidade de decisão que os membros do time tomam.

Nós aqui na Pitzi não seguimos um roteiro, nem hierarquia, pois consideramos que todos têm a capacidade e sensibilidade de conseguir seguir o melhor caminho tanto para o cliente, quanto para a empresa.

Desburocratização

Todos já passamos por um processo de atendimento burocrático e fixo, no qual precisamos passar do atendente para um superior para que algo fosse resolvido. Quem nunca passou nervoso durante uma ligação por conta disso?

A desburocratização, no nosso caso, vem naturalmente por conta da confiança depositada nos membro da equipe de atendimento

Pessoas atendendo pessoas

Sem roteiros pré-estruturados, sabemos que nossos superatendentes têm completa capacidade de analisar caso a caso e que são capazes de se colocarem no lugar do cliente e procurar a melhor solução.

Agimos tanto de forma analítica quanto emocional, afinal, somos pessoas falando com pessoas

Recebemos feedback constante de clientes

Seguimos uma relação de troca toda vez que respondemos um e-mail ou atendemos um telefonema, algo que não acontece em atendimentos que seguem um script pré-estruturado. Imagine a situação de um atendente que segue um roteiro e recebe qualquer feedback de um cliente; Ele não consegue reproduzir uma resposta verdadeira, pois essas trocas devem ser recebidas com a mente aberta às novas possibilidades, com entendimento humano, não artificial.

No nosso atendimento, como todo mundo tem autonomia, pessoas do nosso time acabam alimentando outras áreas com informações que melhoram a experiência do cliente. Cada contato apresenta uma opinião diferente, uma sugestão que pode ajudar a melhorar nosso serviço como um todo.


Parece bem simples, não é? É preciso ter em mente que, para que uma estrutura dessas funcione, é preciso que a filosofia do atendimento humano faça parte da missão da empresa, parte da cultura e das pessoas que trabalham na empresa. É preciso acreditar nos seus objetivos e, acima de tudo, acreditar no seu time e em seus clientes, confiando no fato de que eles são a chave para transformar seu produto ou serviço em algo melhor 🙂

Gostaríamos de agradecer aos experts da equipe de atendimento da Pitzi por nos ajudarem a produzir esta matéria. Vocês são demais <3

Crescente uso do celular aumenta demanda por planos de proteção até o final do ano

Em outubro de 2010 o Ministério Público Federal estabeleceu que o telefone celular é essencial para o dia a dia devido aos elevados níveis de uso que tais aparelhos atingiram na atualidade . No Brasil, já são 252 milhões de dispositivos móveis, de acordo com a Anatel.

Com o aumento do uso de smartphones, os brasileiros também acessam cada vez mais a internet. Dados da Nielsen IBOPE informam que o momento em que o brasileiro mais usa a internet no aparelho é enquanto está à espera e também antes de dormir. Entre os aplicativos mais utilizados, as redes sociais ocupam os dois primeiros lugares, seguidos por vídeos online, serviços bancários e mapas.

O celular tem um papel cada vez mais importante no dia a dia do brasileiro. Segundo a Opus Software, 26% dos donos de smartphones pedem comida através de aplicativos, 20% os utilizam para chamar táxis ou para comprar ingressos para eventos, 46% dos internautas brasileiros realizam pagamentos através de seu smartphone e 73% dos brasileiros não saem de casa sem seus aparelhos.

Os dispositivos tornaram-se companheiros dos usuários e, como tais, estão mais vulneráveis a sofrer acidentes. É o que afirma Daniel Hatkoff, fundador da Pitzi, empresa que protege smartphones contra acidentes e defeitos. “O celular é um aparelho de uso diário com o qual se tem uma relação intensa, isso faz com que ele esteja muito mais sujeito a acidentes típicos do cotidiano, como tombos.” Em 2016, 4 milhões de celulares já estavam assegurados no Brasil, de acordo com a Fenacor.

Daniel Hatkoff – CEO e Fundador da Pitzi

Patrícia Alvares, analista de marketing,  comprou um smartphone topo de linha e não hesitou em adquirir o seguro junto ao aparelho. “Tenho seguro antiqueda e antifurto, porque meu celular é caro e comprei parcelado. Então se meu celular for roubado ou quebrar, ainda estarei pagando por longos meses e não vou ter dinheiro para parcelar outro ao mesmo tempo.”

A alta do dólar também desempenha um papel importante na preferência do consumidor de proteger seu smartphone a trocá-lo por um novo. Os aparelhos têm se tornado mais caros e fazem com que o custo do conserto aumente.

Aparelhos cada vez mais onerosos utilizados com crescente intensidade devem estimular o aquecimento do mercado de proteções e seguros de celular até o final do ano. Além de oferecer uma solução mais relevante às necessidades do consumidor atual, a participação desses itens no faturamento do comércio de celulares é crescente.

O Nokia ‘Indestrutível’ Está de Volta

No dia 26, domingo, a Nokia surpreendeu o mundo ao anunciar no Mobile World Congress, na Espanha, Barcelona –  a volta do celular tijolão, também conhecido como o ‘indestrutível’ 3310

O aparelho, inicialmente lançado nos anos 2000  marcou a vida dos usuários mobile por duas características: resistência alta contra acidentes e bateria que durava muito, até mesmo para o padrão dos celulares da época.

Aparência do Nokia 3310

Segundo informações oficiais do site da Nokia o novo modelo virá em quatro coresvermelho, amarelo, cinza e preto.

Em sua forma, se parece muito com seu antecessor, mas desta vez vem com as bordas mais arredondadas, dando um ar um pouco mais clássico e que se encaixa melhor na mão do usuário.

COMPONENTES

  • A tela de 2.4” com resolução QVGA é colorida apresenta curvas e, segundo informações oficiais, apresenta melhor leitura à luz direta do sol.
  • Câmera – que não existia no 3310 lançado em 200 – que possui 2 megapixels.
  • Entrada para cartão SD e porta Micro USB
  • Bateria com duração de até um mês em stand by (equivalente a uma semana de uso noral)

Atração principal

A gente sabe que era essa a informação que você realmente estava esperando: Sim! Tem o jogo da cobrinha em sua versão atualizada com cores vivas!

O aparelho vem com um navegar integrado, mas não tem wi-fi nem 3G. Apenas 2,5G. Ou seja, é um aparelho para fazer e receber ligações e mandar mensagens de texto

Preço

Começará a ser vendido nesse semestre na Europa por 50 euros, o que equivale a mais ou menos R$160,00.

Assista ao vídeo de apresentação do aparelho: