Quantas bactérias existem no smartphone?

Pesquisa mostra que smartphone pode ser 10 vezes mais sujo que um banheiro público

Não importa onde você esteja, é bem provável que seu smartphone não esteja muito longe. Na sua bolsa, bolso da calça, na sua mesa ou na sua mão. E este último é o principal culpado por transmitir sujeira para seu aparelho.

Segundo a pesquisa de 2016 do Deloitte sobre o consumo de aparelhos móveis, são mais de 17 mil bactérias acumuladas, algumas são encontradas até mesmo na nossa pele, e no trato respiratório.

Phillip Tierno, microbiologista e patologista da Universidade de Medicida de Nova York afirma que seu aparelho pode transmitir pequenos micróbios toda vez que tocá-lo. Parte desses pequenos vilões podem ser encontrados nas barras de segurança do metrô, maçanetas de banheiros ou até mesmo na sua esponja de lavar louça. Segundo estudo divulgado por cientistas no Arizona, EUA, a maioria dos aparelhos tem 10 vezes mais bactérias do que assentos de banheiros. Levando em conta que o brasileiro checa o smartphone 78 vezes por dia, um smartphone bem sujinho no fim do dia não é surpresa.

Estar exposto a todos os tipos de bactérias, vírus e micróbios não é novidade; o fato de não tocarmos em superfícies estéreis o tempo todo, já indica que deve sim haver algo ali . Apesar da maioria dos agentes serem não patogênicos, ou seja, não serem capazes de nos fazer ficar doentes, alguns dos encontrados em smartphones ainda podem prejudicar a sua saúde como o E. Coli, Staphylococcus aureus e Streptococcus.

Há duas maneiras de evitar a contaminação por esses agentes. Uma é limpar seu smartphone no fim do dia (um pano de microfriba com uma mistura de água e álcool, cerca de 60% e 40% de cada um respectivamente, pode ajudar). A segunda é evitar ao máximo, ou não levar mais seu celular ao banheiro.

Então, nada de ficar no joguinho enquanto está sentado no trono!

4 dicas para celulares quebrados

dicas para você que quebrou o celular e ainda não tem como mandá-lo para consertar

A gente sabe que imprevistos acontecem o tempo todo com os nossos comparsas. É quase inevitável que aconteça já que eles estão com a gente na maior parte do tempo. Como um clube de proteção, nós fazemos de tudo para devolver seu comparsa no menor tempo possível, mas se você ainda não tem a nossa proteção e está com o celular quebrado, aqui vão algumas dicas para continuar usando-o até que ele possa ser consertado.

1. Capinhas bumpers ou Capinhas laterais

É meio estranho comprar uma capinha já com seu celular quebrado certo? Sabemos que sim, mas se seu celular é feito completamente de vidro e já está quebrado, deixá-lo sem uma capinha pode aumentar ainda mais os danos. Os bumpers protegem as laterais do aparelho, que são feitas de metal e não tem uma boa absolvição de impacto. Se seu aparelho já está quebrado, é uma boa ideia proteger as partes mais frágeis do aparelho

2. Adesivo na tela quebrada

Muitas vezes, quando a tela do seu smartphone quebra, o vidro acaba liberando pedaços de vidro bem pequenos, que podem acabar machucando seus dedos (se o touch ainda estiver funcionando). Uma dica paliativa super útil é colar fita adesiva transparente na parte danificada. Como o material é fino, o celular ainda vai identificar o toque, mas não vai mais machucar seus dedos =)

3. Fita adesiva na lente quebrada

Se seu celular caiu de cara do chão e rachou o vidro que cobre a câmera frontal, você também pode usar a fita adesiva transparente para minimizar o efeito riscado da foto.

sem fita vs. com fita

 

 

 

 

 

 

 

 

4. aspirador na entrada do carregador

Seu celular não está carregando? Se você já trocou a fonte, e também testou outra tomada, é provável que o problema esteja na entrada do carregador do seu aparelho. Mas antes de tomar medidas drásticas, você pode tentar algo bem simples como aspirar a entrada do carregador do seu aparelho. Pode parecer besteira, mas às vezes, as partículas de poeira podem acumular-se ali e acabam dando o famoso “mau contato” e não carregando seu celular.

Ainda assim, lembramos que se seu aparelho quebrou, o correto é mandá-lo para o conserto o mais rápido possível, pois outros componentes além da tela podem ter sido danificados, e um técnico é a melhor pessoa para descobrir o que há de errado com o aparelho.

Caso já tenha nossa proteção, você já pode ficar tranquilo. Caiu, quebrou, molhou? A Pitzi te salva 😉 

Papéis de parede para tela quebrada

Papéis de parede exclusivos para os desastrados

Sabemos que às vezes não tem jeito; por mais cuidadoso que você seja, acidentes acontecem o tempo todo, mas isso não pode nos impedir de rir um pouco da nossa própria situação certo? Então fizemos alguns papéis de parede para você ficar arrasar com seu smartphone like a boss enquanto não o manda para a Pitzi 😉

Capitão américa

Hadouken

Hulk

HOMEM DE FERRO

ONE PUNCH-MAN

THOR

5 acessórios para celular que você deveria ter

Nossos aparelhos são nossos companheiros no dia-a-dia, e atualmente já podem fazer coisas incríveis, mas nem sempre só os aparelhos são suficientes. Com o tempo, acessórios foram sendo criados para suprir certas necessidades que acabaram surgindo. aqui fizemos uma lista dos 5 acessórios que você provavelmente deveria ter.

1. Pau-de-selfie

Todo mundo já conhece este acessório. Quantas vezes você já improvisou um lugar para encostar o celular para que conseguisse estar naquela foto em grupo? O pau-de-selfie resolve o problema, e a grande maioria cabe até na bolsa! Além disso, você pode encontrá-lo em qualquer loja que venda acessórios para celular

2. bATERIA PORTÁTIL

Apesar de toda a evolução dos smartphones, a duração da bateria é um dos grandes desafios a ser vencido pelos fabricantes. Enquanto a solução definitiva não chega, um paliativo muito bom é a bateria portátil. O valores deste acessório podem varias de R$ 30,00 a R$ 170,00, sendo o Power Bank o mais em conta

3. Mini caixa de som

Para potencializar o som do seu celular na hora de ouvir a música que você gosta, as mini caixinhas de som fazem um bom trabalho. As opções mais baratas vão até R$ 100,00 dependendo do tamanho e das funções que têm. A caixinha de som Mini Oex e CD22 são algumas das opções mais baratas.

 

4. anel de suporte

Esse acessório é pequeno e simples. Eles vêm em diversas cores e formatos, de maneira que é quase impossível não encontrar algum que combine com seu celular. O ‘anel’ é uma argola que você compra separadamente e pode colar na traseira do seu celular. Com ele, você elimina as chances de deixar o celular cair quando estiver tirando uma selfie, ou quando alguém esbarrar em você enquanto estiver usando-o! Além disso, também serve de suporte quando você for assistir a algum vídeo no seu aparelho, já que é possível controlar a inclinação de acordo com o que é mais confortável para você. O anel pode ser encontrado em qualquer loja que venda acessórios para celular

5. Capinha Anti-Gravidade

Você não leu errado! A empresa Mega Tiny criou uma capinha que gruda em (quase) todos os tipos de superfície! Este acessório tem um sistema de nano sucção que deixa o celular seguramente grudado em qualquer superfície que seja lisa (espelhos e vidros, azulejos, porcelana, etc).

 

 

 

 

Como você se sente quando quebra o celular?

Um post dedicado aos sentimentos de quem quebra o celular (e não tem pitzi)

Dá aquele aperto no coração quando seu celular para de funcionar ou quando ele cai no chão e você não sabe o que fazer, não é? Aí embaixo estão algumas reações que você COM CERTEZA já teve quando seu comparsa quebrou/parou de funcionar :/

1. Seu comparsa desligou sozinho e não foi porque acabou a bateria

Como já dizia Vanessa da Mata “É só isso. Não tem mais jeito. Acabou, boa sorte. Não tenho o que dizer. São só palavras. E o que eu sinto. Não mudará.”

2. Você acabou de comprar seu celular e ele cai no chão

Não dá nem pra descrever a aflição desta imagem. Dá vontade de colocar a mão embaixo pra segurar o iPhone. Aí quando você lembra que essa pessoa que deixou cair foi a primeiríssima pessoa do mundo a comprar o, na época, novo iPhone 6…

3. Seu celular quebrou e você não tem Pitzi

Agora é ver a extensão dos estragos e esperar que não seja tão caro quanto você pensa para consertar

4. Você se irrita com seu celular que não quer funcionar

Você já tentou de tudo. Mudou o cabo do carregador, mudou a fonte, mudou de tomada, e nada do seu celular funcionar.

5. O touch screen não está funcionando

E quando seu celular de repente resolve dar um outro significado à “tela responsiva ao toque”

6. Você ouve o orçamento da assistência técnica

Eis que você comprova que é realmente mais caro do que você pensava para consertar o celular quando você recebe o retorno sobre o orçamento.

7. O amigo desastrado esbarra na sua mão enquanto você segura seu comparsa

Você ama, seu amigo, de verdade. Mas parece que ele mirou no seu celular

8. Quando qualquer uma dessas coisas acontece, e você lembra que tem Pitzi

 

Como fazer capinha antiestresse

Você se lembra daqueles bonequinhos feitos de farinha de trigo e balões? O brinquedo era

super popular nos anos 90, e a ideia era simplesmente ficar apertando o bonequinho até se

cansar, mas a gente sabe que muito adulto acabava brincando com o bichinho, pois o movimento contínuo acabava ajudando a desestressar.

Nós resolvemos adaptar essa ideia e trazê-la para junto de algo muito presente no nosso dia-a-dia e bem mais discreto do que um bonequinho com olhos: seu celular.

MAS Como?

Todo mundo tem aquela capinha usada que já está velhinha ou não serve mais no seu celular atual, certo? Então, a ideia é reaproveitar esse acessório que você não usa mais para extravasar todo seu estresse.

Você vai precisar de:

  • Balões (de boa qualidade)
  • Farinha de trigo
  • Uma garrafa pet vazia
  • Cola de silicone
  • Capinha de celular

Abaixo, você verá o passo a passo para fazer sua capinha anti-estresse:

 

A melhor câmera de smartphone é a do Samsung S9 Plus

Especificações premium e desempenho superior

segundo o site DXOMARK,o novo Samsung S9 Plus desbancou o google pixel 2, e derrubou o iPhone x para a terceira posição de smartphones com melhor câmera

Todo ano o público permanece na expectativa para o lançamento do novo smartphone da Samsung. A competição acirrada entre as marcas no mercado forçam as empresas a inovarem cada vez mais na produção de seus aparelhos, e uma das características mais cobiçadas é a câmera do smartphone, tanto a frontal quanto a traseira.

Novamente a Samsung se superou nesse quesito e conquistou o primeiro lugar no site DxOMark, referência em qualidade de imagem.

As câmeras têm 12 megapixels, a principal com um sensor de 1/2.55 polegadas e abertura de lente variável de f/1.5 a f/2.4, e a frontal com sensor de 1/3.6 polegadas e 2x capacidade de zoom e abertura de lente f/2.4, além da capacidade de gravar vídeos em 4k a 60 fps (quadros por segundo) – o modo super slow motion grava em 720p a 960 quadros por segundo.

O que fez a diferença

Com a câmera dupla e abertura variável na lente da câmera principal, em condições onde o ambiente está pouco iluminado, a câmera usa um diafragma de f/1.5 de abertura para maximar a captura de luz. Além disso o aparelho tem um zoom óptico duas vezes maior na câmera secundária e um modo de super slow motion que grava a 960 fps, garantindo uma imagem mais clara.

Luz forte

Nota-se a presença de cores fortes e pouquíssimo ruído na imagem

Uma das características mais marcantes das câmeras dos smartphones Samsung são as cores fortes. Neste caso, a câmera permite excelentes resultados à exposição de luz forte, diminuindo os ruídos na imagens sem comprometer o nível de detalhamento. Apesar do auto-foco não ser o mais rápido já testado pelos especialistas, esse detalhe acaba não sendo um problema para os usuários.

Sob pouca luz e com flash

A foto mostra uma sala com uma longa mesa branca mais ao canto direito, uma série de gabinetes brancos ao fundo

Ainda sob baixa exposição, as cores são vívidas e as texturas continuam boas.

Nota-se uma redução nos detalhes, como já é esperado de uma câmera sob essas condições de luz, já que o aparelho precisa aumentar a sensibilidade e/ou usar a tecnologia de multiframe (múltiplos quadros) para se adaptar aos baixos níveis de luz. Os especialistas notaram um pequeno problema de baixa exposição em um dos testes realizados, mas ressaltam que é algo que só é possível perceber dentro do estúdio específico para tais testes, e que na vida real este problema é imperceptível.

Já quando a luz é muito baixa, o flash de LED da câmera pode salvar a foto, com um balanceamento de detalhe vs. ruído de imagem tão bom quanto uma foto tirada sem o flash. O único contraponto encontrado pelos especialistas é a tendência da câmera de acabar produzindo olhos vermelhos por conta da luz.

A magia do Zoom 

Aplicando o zoom 4x, o resultado do Samsung S9 ainda é impressionante. Um dos pontos importantes considerados pelos técnicos na realização desse teste foi a ‘limpeza’ da imagem em comparação com a que foi feita com os outros dois aparelhos. 

Um total de 9 testes foram realizados para classificar o desempenho da câmera. Você pode ver a nota de cada uma das categorias na foto abaixo:

O Samsung S9 Plus venceu o ex-primeiro lugar Google Pixel 2 por apenas 1 ponto. Por quanto tempo o S9 conseguirá manter-se nesta posição?

5 coisas fantásticas que seu smartphone pode fazer

A gente sabe que atualmente é muito difícil viver longe do nosso smartphone. Os aparelhos são usados para praticamente tudo e é bem possível que, para qualquer problema que você encontrar, também exista a solução em um aplicativo.

Hoje separamos 6 coisas interessantes que você pode fazer com seu smartphone:

Tirar medida de um cômodo 

Disponível para IOS, o RoomScan pode medir o tamanho de um cômodo com extrema facilidade: basta o usuário encostar o aparelho na parede e esperar que ele calcule. Você pode exportar a planta da sua casa para PDF, DXF, AutoCAD ou SketchUp. O aplicativo está disponível em duas versões: a gratuita ( com possibilidades limitadas) e a paga.

Traduzir textos em outra língua com sua câmera

Se você não consegue falar pelo menos o básico da língua nativa para o país aonde vai, a vida pode ficar bem mais difícil. O app Word Lens, lançado em 2013, migrou para o Google Translator e consegue ler qualquer placa e sinal em outra língua; basta o usuário usar a câmera do dispositivo apontada para o que quer traduzir

Transformar sua caneca em um alto falante

f

Na falta de caixas de som, você pode colocar seu smartphone dentro da caneca com a saída de som para baixo. O espaço pequeno irá potencializar o som do que você estiver ouvindo.

Dica expert: jogue fora qualquer tipo de líquido que estiver dentro da caneca, primeiro. Você não quer afogar seu celular.

Ajudar pessoas cegas

O aplicativo para IOS e Android “Be My Eyes” conecta pessoas com deficiência visual a pessoas que querem ajudá-las. O app foi criado por um dinamarquês em Copenhague e usa como o Facetime como principal ferramenta para auxiliar deficientes visuais; ao abrir o aplicativo, o deficiente visual só precisa dar dois toques na tela para fazer uma chamada. É aí que entra o voluntário disposto a ajudar; aquele que estiver disponível no momento e que falar a mesma língua que o usuário deficiente, atende e passa a ver através da câmera do outro aparelho, literalmente emprestando seus olhos para outra pessoa por um tempo. Através de conversas rápidas e ações objetivas, o voluntário pode oferecer uma enorme ajuda para quem está do outro lado da ligação.

Samsung pede que usuários de iPhone “amadureçam”

Na mesma semana em que a Apple lançou o tão esperado iPhone X, uma das suas principais concorrentes no mercado levou ao ar um comercial um tanto quanto polêmico, o qual fala diretamente com os usuários dos smartphones da Apple.

O comercial criado pela Wieden + Kennedy foi nomeado “Crescendo”, e mostra diversas situações em que o usuário de um iPhone passa por dificuldades com seu aparelho ou se sente “atrasado” em relação aos amigos.

Um dos pontos tocados no comercial, é a necessidade de um adaptador se o usuário quiser ouvir música e carregar o celular ao mesmo tempo, já que a versão mais atual do iPhone tem apenas uma entrada, o que torna impossível fazer as duas coisas ao mesmo tempo sem o uso do tal adaptador.

Não se sabe se o comercial será veiculado aqui no Brasil, mas se quiser dar uma olhada, basta assistir ao vídeo abaixo:

9 dores que todo mundo que tem smartphone conhece

1. quando colocar o celular para carregar…e esquece de ligar na tomada

às vezes você esquece de coisas muito simples nessa vida

2. quando você vê aquele arranhão no botão de início

você jura que não foi você, e que o arranhão apareceu do nada

3. quando você coloca a película de vidro com todo o cuidado…mas ela não cola nas laterais

você seguiu todos os passos, mas seu celular se recusa a ser protegido por uma simples película de vidro

4. quando você jura que seu bolso é um lugar seguro para seu comparsa

mas a gente sabe que nem sempre é assim

5. quando você está mexendo no celular deitado e de repente PAFT!
ele cai na sua cara

Todo mundo se sente traído quando isso acontece

6. quando você compra aquela capinha que achou demais
mas no fim, percebe que ela não combina com você

mas você gastou uma boa grana e precisa usá-la agora.

7. quando seu celular cai no chão, você vê que a tela não quebrou, mas quando olha a traseira

Dá aquela dor no coração

8. ou quando ele cai no chão e realmente quebra a tela da frente…

E você já começa a pensar como vai fazer pra continuar usando sem cortar os dedos

9. quando você esquece de tirar o celular do bolso da calça quando vai ao banheiro

Era tão jovem, e sofreu por causa da sua cabeça esquecida

 

Em todo caso, é melhor ter seu celular protegido 😉