Criaram o primeiro celular que funciona sem bateria

O protótipo foi criado por cientistas da Universidade de Washington e faz uso das ondas de rádio ou da luz ambiente para produzir energia

Apesar de toda a facilidade que os modelos de smartphones nos trazem na atualidade, tornou-se impensável sair de casa sem o carregador, pois é quase garantido que seu aparelho não aguentará o dia todo de uso sem zerar completamente a bateria.

Esse foi um dos problemas que trouxeram à luz o Battery-Free Cellphone, que pretende eliminar de vez a necessidade de levar consigo qualquer tipo de de dispositivo para carregar o dispositivo.

Como é possível funcionar sem bateria?

O segredo do dispositivo está na maneira como ele trata o sinal. Nas ligações tradicionais que fazemos, o sinal é transmitido de forma analógica e, para chegar à pessoa com quem estamos conversando do outro lado da linha, ele é transformado em digital – só então as torres são capazes de transmitira mensagem.

Baterry-Free Cellphone inova na maneira como ‘interpreta’ o sinal mandado pelo dispositivo quando faz ligações. O sinal analógico produzido no começo da chamada não é transformado. Em vez disso,  a central de transmissão criada pelos cientistas recebe a vibração do microfone, e reflete as ondas de rádio emitidas por ela.

Como o dispositivo é abastecido?

Apesar de não precisar da bateria tradicional, qualquer aparelho ainda precisa de uma fonte de energia, certo?

A solução vem da própria central de transmissão, que possui uma antena capaz de transformar as simples ondas de rádio, em energia que irá abastecer o aparelho durante a ligação.

Revolução no mundo tecnológico?

Como Battery-Free Cellphone ainda é um protótipo, não é possível realizar as operações do dispositivo, se o usuário estiver a mais de dez metros de distância da central de transmissão (se estiver funcionando com ondas), ou quinze metros de distância (se for à luz). Mas o aparelho pode realizar ligações para dispositivos comuns e outros números com tela touch.

O cientistas preveem que a antena possa vir a ser embutida em roteadores e wi-fi futuramente, assim todo usuário poderá ter uma antena de transmissão em casa.

Sem dúvida, uma vez que as pesquisas forem aprofundadas e os estudos evoluírem, o Baterry-Free Cellphone será um marco no mundo tecnológico, pois deixará de lado um dos componentes atualmente indispensáveis para o funcionamento do dispositivo tão usado.